MAIA QUER VOTAR REFORMA DA PREVIDÊNCIA EM SETEMBRO

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), esbanja harmonia com a agenda econômica do Planalto. Se depender dele, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que muda as regras da Previdência Social vai ser votada no próximo mês.

O democrata revelou a previsão otimista logo após a votação em que o seu partido, o DEM, teve papel de destaque na defesa do presidente Michel Temer (PMDB) contra a denúncia da Procuradoria-Geral da República.

A empolgação de Maia é justificável. Alguns partidos que se dividiram na votação da denúncia já fecharam questão em defesa da reforma. É o caso do PSDB. Com tucanos, peemedebistas e democratas unidos em torno da PEC da Previdência, o governo ganha mais força para atrair o “Centrão”, que reúne partidos menores. Esse cenário pode diminuir o número de dissidentes da base governista.



Deixe seu comentário