A "visita"

|


Por: Samy Santos

O Brasil recebe, hoje, a “ilustre” visita de Mahmoud Ahmadinejad, presidente iraniano. Uma das figuras mais controversas e criticadas dentro de toda a comunidade internacional. Partidário da destruição do estado de Israel, crítico da aceitação dos relatos históricos do Holocausto e patrocinador da criação de um programa nuclear clandestino em Teerã.
O presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad é um dos mais desdenhados presidentes que o Irã já teve, tanto em casa como no exterior. Suas ideologias fundamentalistas e apocalípticas e o desprezo pelos direitos humanos estão pondo em perigo a estabilidade do Oriente Médio e o bem-estar de seu próprio povo.
Existe, também, a questão das violações de direitos humanos. O governo de Ahmadinejad, por exemplo, não somente discrimina homossexuais, como chega ao ponto de negar o direito de existência dos gays no Irã. Há, ainda, relatórios que atestam tortura brutal e estupro de prisioneiros, tanto homens quanto mulheres.
Ao receber um presidente com tantas “credenciais”, parece que o Brasil referenda tanto as ideologias e concepções de Ahmadinejad, quanto os seus atos bárbaros cometidos contra os iranianos. O país precisa estar aberto para receber grandes chefes de Estado, sobretudo aqueles que possuem grande legado na propagação da paz, não extremistas que fazem o medo e o terror estarem sempre em evidência.
É importante que a população brasileira demonstre a sua insatisfação quanto à visita de Ahmadinejad ao país, evidenciando tal sentimento em meios de comunicação e manifestações populares. É importante pontuar que algumas manifestações já vêm ocorrendo no Brasil, sobretudo nas maiores capitais.
Percebe-se que, ainda que a visita de Ahmadinejad possa trazer novas oportunidades econômicas e de negócios, os brasileiros farão bem em perguntar o custo dessa aproximação com Teerã. A visita do presidente iraniano é uma afronta a todos aqueles que acreditam na paz, na liberdade de expressão, nos direitos humanos e também aos que mantêm a esperança de ver um mundo mais justo e igualitário. É necessário dar exemplo a comunidade brasileira. (www.samysantos.com.br)

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB