Uniban recua e mantém aluna que usou minissaia

|


Pouco depois de receber do MEC o prazo de dez dias para tentar explicar a expulsão da estudante Geisy Arruda, que usou minissaia em sala de aula, a Universidade Bandeirante (Uniban), de São Paulo, recuou da decisão. O Ministério Público Federal instaurou inquérito para apurar o caso, que foi amplamente noticiado pela imprensa internacional. Em entrevista, Geisy chorou e disse que pretende continuar na Uniban até o fim do ano. "Eu me senti um lixo", protestou. Seu advogado diz que ela foi vítima de sete crimes.

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB