Lendo e não compreendendo

|


Por: Samy Santos

A leitura é uma atividade vinculada à construção do conhecimento e criticidade. Por meio dela, “ignorantes” passam a conhecer e “cegos” passam a enxergar.
Talvez os que não têm acesso a boas leituras sofram menos, pois não percebem e tampouco se incomodam com a quantidade de injustiças sociais e besteiras discutidas no Brasil e no mundo. Parece, às vezes, que devido à importância que se dá a assuntos triviais, que o país não possui graves problemas, como a fome, a desigualdade social, e tantos outros ligados ao atraso.
No que se refere às injustiças, o Ministério da Previdência Social disponibiliza o auxílio reclusão. Trata-se de um benefício devido aos dependentes do segurado recolhido à prisão, durante o período em que estiver preso sob regime fechado ou semiaberto. Parece brincadeira, mas infelizmente é verdade. Ou seja, uma pessoa comete um crime e ainda pode contar com um auxílio do governo. A crítica vem chamando tal auxílio de bolsa marginal, nada mais sugestivo e verdadeiro.
Há poucas semanas físicos ingleses divulgaram uma descoberta “fenomenal”, capaz de “abalar” os alicerces da ciência. Eles descobriram que é possível dar setenta e dois laços diferentes numa gravata. Que “interessante”, brilhante “descoberta, que discussão “maravilhosa”. A população mundial não sabe como agradecer.
As universidades brasileiras, centro de discussões de interesse social, ultimamente vêm discutindo a quantidade de centímetros que deve medir a saia de uma estudante. Nada mais cultural e inteligente do que fomentar uma questão de “interesse” nacional num ambiente acadêmico. Enquanto isso... o Brasil e diversos países do globo marcham para trás no que tange ao desenvolvimento.
Percebe-se que a falta de boas leituras tem formado uma geração de alienados, que não consegue perceber a quantidade de injustiças que assolam o país. Nota-se, por outro lado, que a “nova” geração dá muita importância ao comprimento da saia das estudantes, a dança erótica de uma professora ou até mesmo a uma descoberta “brilhante” de físicos. Só a leitura é capaz de tirar essas pessoas da alienação. Difícil é ter criticidade e não se incomodar com grande parte dos assuntos que são a tônica das discussões atuais. Como compreender este cenário? É hora de ler... (www.santos.com.br)

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB