Juiz criticado por cruzeirenses apita Palmeiras x Sport

|



Após a polêmica arbitragem de Carlos Eugênio Simon na partida entre Fluminense e Palmeiras, no último domingo, quando o juiz anulou um gol legítimo de Obina para a equipe paulista, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou, nesta segunda, que o árbitro goiano Elmo Alves Resende Cunha foi sorteado para dirigir a partida da próxima quarta-feira, entre o time comandado por Muricy Ramalho e o Sport, no Palestra Itália, pela 35.ª rodada do Campeonato Brasileiro.
O confronto será decisivo para o Palmeiras, que tentará alcançar a liderança, e também para o time pernambucano, que ocupa a lanterna da tabela e precisa de uma vitória a qualquer custo para se manter com chances de não ser rebaixado na competição nacional.
O jogo será o nono apitado neste Brasileirão por Elmo Cunha, que será auxiliado pelos também goianos Cristhian Passos Sorence e João Patrício de Araújo. Em um dos confrontos dirigidos pelo juiz no torneio, Cunha teve a sua atuação contestada pelo Cruzeiro na partida em que o time mineiro perdeu de 2 a 1 para o Corinthians, no dia 19 de julho, no Mineirão.
Na ocasião, os cruzeirenses reclamaram da anulação de um gol de Jonathan após o árbitro marcar falta de Wellington Paulista em cima do zagueiro Chicão. Outro lance contestado pelo clube de Belo Horizonte foi um toque de mão de Chicão dentro da área, que o juiz não entendeu como pênalti.

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB