Brasil: nova potência

|

Por: Samy Santos

Há poucos dias o jornal Financial Times publicou um artigo em que afirmava que o Brasil será, certamente, a nova potência do século XXI. Tal artigo foi assinado pelo comentarista Michael Skapinker. Essa notícia traz enorme alegria para os brasileiros e, consequentemente, expectativas e curiosidade acerca do novo cenário que se visualiza no país.
“Brasil, o país do futuro”, essa ideologia foi implantada na década de 50 e acompanhou a história do Brasil nas últimas décadas. Quando ela perdeu força, o governo tratou logo de criar outra: “sou brasileiro, não desisto nunca”. Deixando o ufanismo de lado, agora surge uma análise imparcial a respeito do futuro brasileiro.
Depois de décadas de promessa de desenvolvimento, e observando o crescimento de países até então emergentes como Coréia do Sul, Malásia e Taiwan, parece que chegou o momento de o Brasil se transformar numa grande potência econômica.
É preciso ressaltar, no entanto, que desenvolvimento econômico tem de estar intimamente ligado ao desenvolvimento social. A China, por exemplo, considerada uma das locomotivas mundiais, a partir das altas taxas de crescimento econômico tem verificado que milhões de pessoas que antes faziam parte da população de miseráveis, passaram a integrar a classe média, fato este que é de extrema relevância para um país com pretensões de desenvolvimento.
Num país em que diariamente a violência e as injustiças sociais são protagonistas nos noticiários, a divulgação de informações positivas a respeito do Brasil traz novas perspectivas. Uma delas é que o crescimento econômico vem, geralmente, acompanhado de oferta de emprego e, consequentemente, de renda.
Outro fato a se observar é que se o Brasil vem sendo analisado positivamente no cenário econômico mundial, isso é reflexo da política econômica implantada nos últimos anos, que teve início no governo FHC e foi ampliada no governo Lula.
Descoberta da camada pré-sal, superávit na balança comercial, recordes de exportação e estabilidade econômica, tudo isso colabora para a nova perspectiva de Brasil enquanto potência econômica. É necessário ressaltar que recursos oriundos do novo cenário brasileiro que se desenha precisam ser aplicados para o benefício da população, caso contrário o país caminhará, concomitantemente, a passos longos para o desenvolvimento econômico e também para o abismo social. (www.samysantos.com.br)

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB