Tiramos o bilhete premiado?

|


Há poucos meses o Governo anunciou a descoberta de imensos postos de petróleo. A chamada camada pré-sal é uma faixa que se estende ao longo de 800 quilômetros entre os Estados do Espírito Santo e Santa Catarina, abaixo do leito do mar, e engloba três bacias sedimentares (Espírito Santo, Campos e Santos).
O petróleo encontrado nesta área está a profundidades que superam os 7 mil metros, abaixo de uma extensa camada de sal que, segundo geólogos, conservam a qualidade do petróleo. Segundo estimativas iniciais, será possível extrair entre 60 e 100 bilhões de barris de petróleo da camada do pré-sal.
A Petrobras é uma das pioneiras na exploração de petróleo de águas profundas, no entanto, segundo o Jornal Folha de São Paulo, ainda não se sabe exatamente o quanto de óleo e gás pode ser extraído de cada campo e quando isso começaria a trazer lucros ao país.
Em meio a essas discussões, a população se pergunta o que de fato essas descobertas representam para o país, e mais especificamente para o povo brasileiro. Em primeiro lugar, para termos de comparação, as reservas provadas de petróleo e gás natural da Petrobras no Brasil ficaram em 13,920 bilhões (barris de óleo equivalente) em 2008. Percebe-se, então, que a chamada camada pré-sal mais que quadruplicará a produção brasileira de petróleo.
Nos últimos anos a Vale do Rio Doce e a Petrobras anunciaram grandes feitos, duplicaram o faturamento e a todo momento anunciam isso em propagandas publicitárias. Mas o que isso tem trazido de melhoria para o povo brasileiro, sobretudo para as camadas mais populares da sociedade?
O Brasil continua sendo um dos países em que impera a fome, a concentração de renda, a falta de infraestrutura, segurança, saúde e educação de qualidade. Só para se ter um ideia do problema, a cidade com a maior renda per capita do Brasil é São Francisco do Conde, na Bahia, município onde o que prevalece é a pobreza.
Muitas pessoas vêm proclamando que o Brasil tirou o “bilhete premiado”, a “sorte grande”, que com a descoberta da camada pré-sal o país caminhará a passos largos para o desenvolvimento.
Não se trata de desvalorizar as imensas reservas de petróleo descobertas no Brasil, mas de evidenciar que para que isso tenha efeitos positivos sobre o país é preciso que parte dos rendimentos oriundos da extração de petróleo sejam investidos em educação, saúde, saneamento, segurança, infraestrutura e combate a pobreza. Só assim se poderá dizer que o Brasil tirou o “bilhete premiado” e a “sorte grande”.

Samy Santos
Professor de Literatura, Gramática e Redação.
Graduado em Letras pela
Universidade do Estado da Bahia - UNEB.
Colunista Semanal do Noticias de Ipiaú
email:samysjs@noticiasdeipiau.com
Web-Site:www.samysantos.com.br

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB