Sindicato solicita afastamento de Otto Alencar

|


O conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) Otto Alencar corre risco de ter suas funções de julgamento suspensas. Ele é alvo de um requerimento do sindicato dos servidores do órgão (Sindicontas) que alega suspeição do conselheiro por ele supostamente negociar seu retorno ao mundo político partidário, comportamento proibido para o cargo que ocupa.
No final de agosto, Alencar chegou a confirmar suas intenções de atender ao convite do Partido Progressista (PP) e formar chapa majoritária com o governador Jaques Wagner.
As declarações foram feitas em almoço com 66 prefeitos e outros tantos deputados estaduais e federais. Movimentações como esta levaram o sindicato a solicitar que o conselheiro deixe de julgar contas de prefeitos. A ação, no entanto, não visa o afastamento total de Alencar do TCM.
“Os conselheiros são proibidos de ter posicionamento político porque estão julgando contas de prefeitos e presidente de câmaras”, justifica Amilson Carneiro, presidente do Sindicontas. “Embora não haja vinculação formal com partido, já é público e notório que ele está vinculado”, disse.
A Tarde Online

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB