Sete de Setembro é marcado por ataques de bandidos na capital

|


Ônibus incendiados, policiais baleados, módulos metralhados e população assustada. O Sete de Setembro na capital baiana vai ficar marcado pelo medo dos civis e ataques de bandidos revoltados pela transferência do traficante Cláudio Campanha para o presídio de segurança máxima de Mato Grosso do Sul.
Por volta das 5h, três carros com cerca de 12 homens, metralharam os módulos do Uruguai, Ribeira, Estação Pirajá e Estação Mussurunga. Uma viatura da policia militar que seguia em direção ao desfile da Independência, foi atingida por diversos disparos na avenida Paralela. Bandidos teriam tentado ainda parar a viatura atirando 'coquetéis molotov', que são garrafas cheias de gasolina com poder explosivo.
Houve perseguição e os policiais conseguiram alcançar o carro onde estavam os três homens, que foram baleados e levados para o hospital Geral do Estado, onde já chegaram ao local sem sinais vitais. A PM divulgou em nota, que continua fazendo diligências para identificar e prender os autores do atentado aos módulos e viatura.
Um agente da PM, Flaviano Caetano Boa Morte, que estava no módulo do Uruguai, foi atingido com um tiro no braço e outro no abdomen. Ele foi socorrido no PAM de Roma, e em seguida transferido para o Hospital Geral do Estado. O estado de saúde é estável e ele está fora de perigo.

Outros dois agentes, que estavam no módulo da Estação Pirajá, foram atingidos pelos disparos. Uelinton Barbosa dos Santos foi ferido de raspão no braço, e Israel Conrado Araújo foi atingido nas duas pernas, e apresentava grave hemorragia. Os dois policiais foram encaminhados ao Hospital Geral do Estado, e passam bem.
Em diversos pontos da cidade, ônibus foram incendiados. No primeiro, o veículo da linha Vitral, no Trobogy, foi incendiado por quatro homens por volta de 12h30, que, segundo informações de um funcionário da empresa que preferiu não se identificar, saíram de dentro de um Corsa, e abordaram o motorista e o cobrador do ônibus.
Ainda de acordo o funcionário, os incendiários disseram que se alguém tentasse apagar o fogo seria morto. Já no Alto do Cabrito, um ônibus da empresa Transol, que fazia a linha Alto de Cabrito/Graça, foi incendiado na rua Adilson Leite, também em represália a transferência do traficante, mas o fogo conseguiu ser contralado pelos próprios passageiros.
A 'onda' de vandalismo durante a manhã teve ainda cerca de 48 adolescentes protagonistas de um arrastão no bairro de Alto de Coutos. Eles invadiram e saquearam lojas, além de quebrar carros e tocar fogo em um ônibus, segundo informações da 5ª delegacia (Periperi). Quinze foram detidos e encaminahdos à delegacia.
Correio da Bahia

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB