A propósito da inveja

|


Geralmente, as pessoas concebem a inveja como sentimento de desgosto pelo bem ou felicidade de outrem. No contexto social, esse “sentimento” é muito comum, uma vez que várias pessoas fazem uso dele.

Sempre se pergunta de onde surge a inveja, pois muitas pessoas possuem uma vida financeira estável, têm empregos interessantes, bons amigos, relacionam-se com pessoas bem conceituadas e são, às vezes, admiradas por muitas pessoas. A pergunta é, então, por qual razão são invejosas?

Na verdade a inveja nasce, sem dúvida, da admiração que o invejoso possui do invejado. Apesar de ele (invejoso) não ter a noção nem a consciência disso, ele admira essa pessoa (invejado) e queria estar no lugar dela. A inveja nasce, também, da ausência de alguma coisa, seja da autoestima, de alegria interior e por alguma frustração ocorrida etc.

A inveja é, na maioria das vezes, um sentimento maléfico, haja vista que visa a destruir o “oponente”, tentando enfraquecê-lo de todas as formas. O invejoso, numa espécie de autodefesa, só se preocupa em prejudicar as pessoas, mas na verdade ele sofre muito, pois seu sonho não pode ser concretizado, ou seja, ser a outra pessoa.

Faça hoje mesmo uma autoavaliação, reflita e analise para ver se você não é um invejoso, aquele que apesar de muitas qualidades e coisas positivas que possui, só se preocupa em prejudicar o próximo. Alguns proprietários de blog são de uma inveja singular, mas ainda é tempo de mudar...

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB