Popó nega participação em homicídio

|

http://www.ligadeboxe.com.br/images/popo_tetra.jpg

O ex-campeão mundial de boxe Acelino Popó Freitas negou ontem, em depoimento à polícia, que tenha participado da morte do ex-detento Moisés Pinheiro, ocorrida na semana passada. A hipótese da participação de Popó no crime foi levantada por Jônatas Almeida, sequestrado junto com Moisés pouco depois de Popó ir a casa dele buscar uma sobrinha, de 17 anos, que morava ali havia seis dias. Ambos os rapazes, de acordo com o relato de Almeida, foram levados por dois homens para uma estrada, onde Pinheiro foi morto a tiros. Mesmo algemado, Almeida conseguiu escapar - a polícia o encontrou com uma algema da Polícia Civil. Almeida tem passagem pela polícia e está sendo processado pela receptação de carros roubados. Popó disse à polícia de Salvador, onde se apresentou espontaneamente, que decidiu buscar a sobrinha depois que soube que Almeida tinha ficha suja. “Estava defendendo minha sobrinha, como faria qualquer um”, afirmou. As informações são do jornal O Globo.

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB