Governo firma parceria para fabricar vacina contra a dengue em 5 anos

|

http://4.bp.blogspot.com/_I-9vVcepM-Y/SpNLX4aH0bI/AAAAAAAACtk/AUeDlUgtCUw/s320/vacinas.jpg
O governo brasileiro e a indústria britânica GlaxoSmithKline fecharam ontem, em Londres, uma Parceria Público Privada para o desenvolvimento de uma vacina contra a dengue. Segundo o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, a vacina deverá ficar pronta em aproximadamente cinco anos.

A parceria prevê o investimento de 70 milhões de euros para a criação de um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento na Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), que tem sede no Rio de Janeiro e já desenvolve projetos de combate à dengue. O centro também produzirá vacina contra a malária e aperfeiçoará a vacina contra febre amarela.
Durante o primeiro semestre deste ano o número de casos de dengue notificados no Brasil ficou próximo a 387 mil – quase metade dos 743 mil registrados no mesmo período de 2008. Mas a doença é considerada um problema mundial, com registro de 100 milhões de casos por ano, especialmente por conta do aquecimento global.
Antes da Parceria Público Privada , o governo e a GSK celebraram acordo de transferência tecnológica para produção nacional da vacina pneumocócica, que protege contra meningite bacteriana e pneumonia. Esta vacina, hoje só disponível no sistema privado, será incorporada ao calendário brasileiro de imunização em 2010.
Durante a solenidade de ontem, o ministro Temporão anunciou para o início de outubro um pregão internacional para compra de aproximadamente 60 milhões de doses de vacinas contra o vírus da gripe suína – Influenza A (H1N1). Já está decidido o investimento de R$ 250 milhões para que o Instituto Butantã, em São Paulo, produza 18 milhões de doses. Mas, como o Brasil precisa de 80 milhões de doses, comprará o restante no mercado internacional.

De acordo com o ministro, o governo está liberando R$ 2,1 bilhões para a compra de vacinas e medicamentos e para o tratamento de pacientes em estado grave. “Ninguém sabe como será a segunda onda (da gripe suína), e todos os países estão se preparando para algo mais sério.”
Ainda não há conclusão sobre a dosagem necessária de vacina para a imunização contra a gripe suína, nem sobre o tamanho do público a ser imunizado. O ministério discute as hipóteses de vacinação ampla ou restrita a grupos populacionais.

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB