Feira pode ganhar duplicação total de anel rodoviário

|

http://www.geocities.com/TimesSquare/6090/centro.jpg
Ao participar das comemorações pelos 176 anos de emancipação política e administrativa de Feira de Santana, o senador César Borges (PR-BA) anunciou hoje (18) que negocia, junto ao Ministério dos Transportes, a duplicação total do anel rodoviário do município. O senador disse que o contrato de concessão da rodovia prevê apenas a duplicação do trecho sul, mas defendeu a obra completa. “Feira de Santana e a Bahia precisam e merecem a duplicação total do anel rodoviário, que liga a BR-324 à BR-116, no sentido Norte e Sul”, afirmou.

César Borges explicou que vem mantendo entendimentos com o ministro Alfredo Nascimento, dos Transportes, que também pertence ao PR e com quem lançou, em março passado, um pacote para recuperar 3.500 quilômetros de estradas federais no território baiano. Conforme o senador, a solução do problema pode vir pela alocação de recursos do Orçamento Geral da União, em emenda individual ou de bancada, ou ainda por meio de um aditivo contratual para compensar os custos que a concessionária terá a mais. Ele disse que o ministro está simpático à idéia.

Convidado pelo prefeito Tarcísio Pimenta e por políticos da região, como o ex-prefeito José Ronaldo, César Borges assistiu desfile na Avenida Getúlio Vargas e comentou o desenvolvimento que a cidade experimenta nos últimos 10 anos. “Sinto-me honrado de ter contribuído de alguma forma para isso”, disse. Como senador, César Borges conseguiu junto ao Ministério dos Transportes recursos para construção de viadutos na cidade, e como governador, construiu o Colégio Modelo Luís Eduardo e implantou indústrias no Centro Industrial de Subaé (CIS).

César Borges pediu que o governo estadual prestigiasse Feira de Santana, atualmente abandonada. “O governo precisa dar mais a atenção a Feira de Santana, um município grande e de muita importância econômica e social para a Bahia”, declarou. Entre os problemas que identificou, o senador criticou a falta de segurança do Aeroporto João Durval que o levou ser fechado em maio. Técnicos da ANAC identificaram falhas no sistema de rádio e falta de sinalização. Eles também avaliaram que o asfalto da pista não está em boas condições.

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB