EMPRESÁRIOS DO SUL DA BAHIA QUEREM FOMENTAR O TURISMO.

|


image A artista plástica Selma Abdon Calheira de Ibirataia – Empresária é uma das defensoras desse projeto.

O grupo busca a sustentabilidade econômica por meios culturais e de preservação do meio ambiente, além de manutenção da cultura do cacau.

Um grupo de empresários da região do Médio Rio das Contas, no sul da Bahia, desenvolve projetos de turismo ecológico com suporte e consultores do Sebrae. Com negócios e propriedades rurais situados nos municípios de Barra do Rocha, Ibirapitanga, Ibirataia, Ipiaú, Itagi, Itagibá, Jitaúna e Ubatã, o grupo busca a sustentabilidade econômica por meios culturais e de preservação do meio ambiente, manutenção da cultura do cacau e aproveitamento de frutas tropicais e subprodutos, como polpas e chocolate.

Dois seminários de planejamento já foram realizados pelo consultor do Sebrae Luiz Eduardo Guimarães Gonçalves, na Fazenda Sapucaia, em Ibirataia, com a participação dos empresários dos municípios envolvidos nos projetos, sob a liderança da Associação dos Gestores de Ibirataia, Ipiaú e Região do Médio Rio das Contas (Agir). “Temos certeza de que a Agir é semente plantada na região que busca, conscientemente, caminhos que nos levem à sustentabilidade econômica”, afirma a artista plástica Selma Abdon Calheira que, juntamente com o alemão Franz Rzehak, seu marido, é uma das defensoras dos projetos.

A AGIR nasceu da vontade de pessoas que desejam ver a região do Médio Rio das Contas atraindo turistas de todo o País para que conheçam um pouco da riqueza gerada pela cultura do cacau”, afirma.

A instituição também tem entre seus objetivos garantir a sustentabilidade econômica e cultural da região por meio do turismo; promover e desenvolver ações para desenvolvimento sustentável do turismo cultural e ecológico consciente; e fomentar o resgate e preservação dos bens culturais e patrimoniais históricos dos municípios.

REVISTA GLOBAL TOURISM E IBIRATAIA NOTICIAS.

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB