“Boto quem eu quiser”, diz filho de Sarney

|

http://images.ig.com.br/publicador/ultimosegundo/456/205/3/5224383.fernando_sarney_brasil_166_249.jpg
Em uma conversa interceptada pela Polícia Federal, o filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), o empresário Fernando Sarney, afirma que é dono de uma vaga no gabinete do senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA), em mais um ato explícito de nepotismo. “Boto quem eu quiser”, disse Fernando ao filho João Fernando, no dia 27 de agosto de 2008. Na época, o Supremo Tribunal Federal havia acabado de proibir a contratação de parentes nos Três Poderes e João estava preocupado com o cargo que tinha no gabinete de Cafeteira. Fernando o tranquilizou. “Se tiver que sair mesmo, o Cafeteira já me disse que o lugar é meu.” João foi demitido no dia 2 de outubro - decisão sigilosa que foi publicada em abril deste ano, na leva de atos secretos revelados no auge da crise do Senado, quando Sarney foi parar no Conselho de Ética. Pouco tempo depois, no lugar de Fernando, foi contratada sua mãe, Rosângela Gonçalves. O salário do cargo ocupado hoje por Rosângela é de R$ 7.200. Cafeteira disse à Folha (para assinantes) que contratou Rosângela “porque quis”. Já Fernando disse que não vai comentar o caso por se tratar de informações que vazaram de um inquérito sigiloso. A Polícia Federal investiga o empresário e os negócios da família Sarney desde 2007.
Por Camila Pamplona

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB