Público do encontro do PMDB em Itabuna (Foto Jornal Bahia Online).

É verdade que as perguntas da imprensa incomodaram o ministro Geddel Vieira Lima, ontem, no encontro do PMDB em Itabuna. Mas a irritação do cacique começou mais cedo, quando viu o público minguado que seus militantes conseguiram arregimentar para o evento.

No auditório do Colégio Sistema, havia – se muito – umas 500 pessoas. Pouquíssimo para um encontro político de dimensão regional.

Um radialista observou que Geddel já respondia com mau-humor às primeiras perguntas da coletiva, que ainda eram amenas e até favoráveis a ele. Quando a pressão aumentou, o ministro não conseguiu mais conter a irritação.

As cenas do próximo capítulo serão tensas para os representantes do PMDB no sul da Bahia. É que algumas lideranças do partido atribuem o insucesso do encontro à pequena capacidade de mobilização do trio formado Ubaldo Dantas, Renato Costa e Ricardo Xavier.

A decepção é tamanha, que já se articula um novo encontro do PMDB na região para o mês de outubro. Para afastar a urucubaca, deverá ser realizado em Ilhéus, sob a batuta do deputado federal Raimundo Veloso. Que terá a obrigação de garantir casa cheia.