Quem são os ídolos?

|


Quem seriam os ídolos das crianças da Rua da Bica, em Ubatã? Do Sítio do Pica Pau, em Ipiaú? Da Ruinha, em Ubaitaba? Do Morro Dona Marta, no Rio de Janeiro? Certamente não são Betinho, Irmã Dulce, Madre Tereza ou o super-homem.
Infelizmente, muitas crianças têm convivido com pessoas que alcançaram o “sucesso” de maneira fácil, visto que estas não estudaram e, tampouco, tiveram uma vida alicerçada em princípios de ética, cidadania e moral.
Tão perigoso quanto o tráfico de drogas é a imagem que os traficantes representam para as crianças, sobretudo àquelas dos bairros mais carentes, pois, por falta de perspectivas, muitas vislumbram no tráfico a sonhada ascensão social. Como várias não têm esperanças, acabam enxergando na criminalidade a única saída para ter uma vida “confortável”. Muitas vezes, por falta de uma referência familiar, crianças vislumbram na criminalidade a “independência”, o “sucesso” e o “êxito” profissional.
Nesse contexto, é preciso não apenas colocar na cadeia os marginais, como também oportunizar expectativas de vida para a população. Assim, a referência das crianças não será mais a criminalidade, mas o respeito à moral, à cidadania, aos princípios, à ética e a tudo que pode propiciar desenvolvimento à sociedade.
Autor: Samy Santos VISITE O SEU BLOG
(O Blog Mais lido de Ubatã) AQUI

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB