Aristeu Leonardo Tavares garante que o árbitro é o mais apaixonado pelo futebol

|


Aristeu Leonardo Tavares garante que o árbitro é o mais apaixonado pelo futebol Carioca diz que as implementações para a melhora no apito já estão sendo feitas



Condecorado com duas das medalhas muito cobiçadas no estado, Tiradentes e Pedro Ernesto, concedidas pela Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e Câmara de Vereadores do Município, respectivamente, o ex-árbitro carioca Aristeu Leonardo Tavares é um exemplo para os mais jovens que almejam o alto escalão no mundo do apito. Detentor do escudo Fifa por dez anos, Aristeu se aposentou dos gramados em 2007, mas segue ocupando o cargo de Coronel da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e de Instrutor de árbitros da entidade máxima do futebol mundial. Final de Campeonato Brasileiro, Copa Libertadores da América, Copa do Brasil, Copa Mercosul, participação em Copa do Mundo, mundiais sub-20 e sub-23, são apenas alguns jogos, dentre muitos outros, nos mais importantes torneios do planeta que o carioca carrega em seu currículo. Após a despedida do “tapete verde”, Aristeu se diz muito feliz e garante que conseguiu realizar tudo aquilo que sonhou em sua profissão.
– Realizei todos os meus sonhos. O primeiro era trabalhar no Maracanã, o nosso grande palco do futebol, o segundo era entrar para o quadro nacional da arbitragem e o terceiro era me tornar um árbitro Fifa. Após realizar estes três consegui chegar no mais alto dos sonhos: a Copa do Mundo – disse. A paixão pela arbitragem veio através de um amigo que também servia no Centro de Praças da Polícia Militar. O simples comentário sobre o curso de formação de árbitros despertou a curiosidade de 12 rapazes, entre policias e bombeiros. – Nunca joguei em nenhum clube e nem sonhava em ser jogador. Tudo começou quando um colega que servia junto comigo na PM nos falou sobre o curso de formação de árbitros. Ficamos interessados e nos inscrevemos.

Ao todo éramos doze e todos foram selecionados – contou. Atualmente, Aristeu não mede palavras para afirmar que ninguém é mais apaixonado pelo futebol do que um árbitro. E explica a sua teoria para tamanha paixão. – O árbitro é o mais apaixonado de todos pelo espetáculo do futebol. Ele está apitando a partida e lutando contra as torcidas, as milhares de câmeras espalhadas pelo campo e às vezes contra a imprensa – afirmou. Ao tocar no assunto Copa do Mundo, o carioca não se cansa de rasgar elogios a toda a infra-estrutura e organização da Fifa.

Aristeu foi árbitro assistente na Copa do Mundo de 2006, Alemanha, e chegou a trabalhar em uma partida de grande responsabilidade nas oitavas-de-final, onde os donos da casa enfrentaram os suecos. – O evento mais organizado que eu já vi na minha vida chama-se Copa do Mundo.

A Fifa é impecável, uma estrutura de primeira, oferecendo tudo do bom e do melhor para os árbitros. Preparadores físicos a disposição, psicólogos, tudo que se possa imaginar – falou. Sobre a situação atual da arbitragem nacional, Aristeu diz que muitas providências já estão sendo tomadas buscando sempre a evolução dos profissionais. E sobre a velha polêmica do apito, se os árbitros antigos eram melhores que os modernos, o carioca fala sobre o assunto sem meias-palavras. – Os árbitros de antigamente não eram nem melhores e nem piores que os de hoje em dia. O que acontece é que atualmente nós estamos sendo vigiados por câmeras. Sobre a arbitragem nacional, acho que muitas providências já estão sendo tomadas. A Comissão Nacional e algumas Federações já oferecem palestra, work-shops, entre outras coisas, o que é muito importante – afirmou A receita para o sucesso, Aristeu compôs com apenas três palavras, que para ele são as fundamentais para uma carreira vitoriosa e bem sucedida em qualquer profissão. – Dedicação, disciplina e amizade. Estas palavras são fundamentais para o sucesso e quando a pessoa conseguir atingi-lo terá que continuar lutando. Chegar aonde quer não é fácil, mas se manter lá com certeza é mais difícil ainda – finalizou.


VOZ DO APITO

0 Comentário:

 

©2009 NOTÍCIAS DE IPIAÚ | Template Blue by TNB